A prefeitura de São Paulo lançou no ano passado um programado chamado Passeio Livre para regularizar e, também, padronizar as calçadas do município. Esse programa tem como objetivo tornar esses locais mais seguros para os pedestres.

Segundo o programa, as calçadas devem ter três faixas. A primeira, junto à guia, é a de serviço, própria para árvores, postes, lixeiras etc. Em seguida vem a livre, destinada à circulação de pedestres. Ela deve ser firme, contínua, antiderrapante e sem obstáculos. Por fim, a de acesso, junto ao imóvel, pode ter vegetação, bancos e floreiras.

As faixas de acesso e serviço são ecológicas: isso se deve à instalação do pisograma, que drena a água da chuva para o lençol freático, evitando sobrecarregar os bueiros e piscinões da cidade.

Esquema: CETESP - Educação e Segurança no Trânsito

Esquema: CETESP – Educação e Segurança no Trânsito

Anúncios