Tags

, , , , , ,

O Brasil é a 7ª economia do mundo e mesmo crescendo em diversas área, quando o assunto é saneamento básico, ainda deixamos a desejar.

O Instituto Trata Brasil e o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento  Sustentável fizeram uma pesquisa que revelou que nosso país está na 112ª posição mundial quando se trata do acesso amplo e irrestrito à água potável e esgoto tratado.pnud-2012

De acordo com esse trabalho, o Índice de Desenvolvimento do Saneamento atingiu 0,581, indicador que está abaixo não só do apurado em países ricos da América do Norte e da Europa como também de algumas nações do Norte da África, do Oriente Médio e da América Latina em que a renda média é inferior ao da população brasileira. Entre eles estão o Equador (0,707); o Chile (0,686) e a Argentina (0,667). O índice é mensurado com base no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), do Programa  das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

Na última década, o acesso de moradias à coleta de esgoto aumentou 4,1%, nível abaixo da média histórica (4,6%). Em 2010, 31,5 milhões de residências tinham coleta de esgoto. A região Norte foi a que apresentou a melhor evolução, apesar de ter as piores condições no país com 4,4 milhões de casas sem coleta. Somente o estado do Tocantins conseguiu ampliar o atendimento em quase 21%.

Anúncios