Tags

, , , , , , , , , , ,

Segundo estimativas do Índice do Desenvolvimento de Saneamento, o Brasil possui mais de 35 milhões de casas sem a coleta de esgoto e esse número indica que a falta de saneamento básico nas cidades acaba afetando a economia nacional, além de impactar o ensino básico para crianças e jovens, queda no interesse turístico em regiões que lidam com o despejo de esgoto e, consequentemente, reduz a produtividade do trabalhador.

De acordo com dados cruzados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, do Ministério das Cidades, e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de alunos sem acesso à agua tratada e coleta de esgoto está cada vez maior e resulta em atrasos nos estudos. Esses atrasos são muito maiores do que de estudantes que possuem condições socioeconômicas mais elevadas e saneamento adequado para cidade.

faltadesanea

O relatório aponta, ainda, que as crianças e jovens que ingerem a água contaminada ficam doentes frequentemente e possuem um índice muito alto de faltas por afastamento, afetando os seus estudos e, futuramente, as suas chances no mercado de trabalho, pois quanto menos conhecimento, menos desempenho terão.

A posição do país nos índices de desenvolvimento (mortalidade infantil e longevidade da população) acaba sendo influenciada por essa falta de infraestrutura. Já a questão da queda da produtividade é causada pela ingestão de água contaminada, vinda da ausência de saneamento que acaba gerando doenças como as infecções gastrointestinais, ocasionando vômito e diarreia. A pesquisa também aponta que com a falta de saneamento o país perde cerca de R$ 7,2 bilhões em atividades turísticas localizadas em áreas que não possuem saneamento básico.

Viram como a falta de saneamento em uma cidade pode afetar o país como um todo? A Tecpar presta esse serviço e muitos outros, acesse nosso site oficial para mais informações.

Anúncios