Tags

, , , , , , , ,

Saneamento Nordeste

Segundo um levantamento feito recentemente pelo instituto Trata Brasil, de São Paulo em parceria com a consultoria especializada GO Associados, os estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná, possuem as cidades com melhores condições de saneamento básico em um ranking dos 100 maiores municípios no Brasil. Em contrapartida, os estados Pernambuco, Maranhão, Amapá e Pará obtiveram as piores colocações.

O levantamento consistiu na análise de três segmentos que são: níveis de cobertura, melhora da cobertura e níveis de eficiência dos serviços. Sendo que os levantamentos que mais influenciam nessa pesquisa foram o percentual de água tratada de cada um deles em relação à população e a coleta e tratamento de esgoto.

Quanto a perda de água, o levantamento feito pelo instituto, leva em consideração não apenas vazamentos ou falta de medição, mas também furtos, roubos ou investimentos não cobrados.

No top 5 de melhores condições de saneamento básico, em ordem crescente, ficaram as cidades de Uberlândia (MG), Jundiaí (SP), Maringá (PR), Limeira (SP), Sorocaba (SP). Já as piores foram Ananindeua (PA), Santarém (PA), Macapá (AP), Jaboatão dos Guararapes (PE), Belém (PA).

Este estudo sugere que ainda estamos muito atrasados quanto a conscientização da importância do saneamento básico para o desenvolvimento de toda a população e que é preciso muito mais do que investimento, mas produtos que garantam pleno funcionamento desse sistema.

Anúncios