Tags

, , , ,

Você sabia que a palavra cimento é originada do latim caementu, que significava na Roma antiga uma espécie de pedra natural de rochedos?

O cimento surgiu a cerca de 4.500 anos. Só para se ter uma ideia, os monumentos do Egito antigo já eram construídos utilizando uma liga composta por uma mistura de gesso calcinado.

assentamento_cimento

As grandes construções gregas e romanas, como o Panteão e o Coliseu, foram construídas com o uso de solos de origem vulcânica da ilha grega de Santorino ou das proximidades da cidade italiana de Pozzuoli, que possuíam propriedades de endurecimento sob a ação da água.

Em 1756, o inglês John Smeaton conseguiu desenvolver uma matéria prima de alta resistência por meio da calcinação de calcários moles e argilosos. E, em 1818, o francês Vicat conseguiu resultados semelhantes através da mistura de componentes argilosos e calcários, por isso, ele é considerado o inventor do cimento artificial.

Anos depois, em 1824, o construtor inglês Joseph Aspdin queimou pedras calcárias e argila, transformando-as num pó fino e percebeu que obtinha uma mistura que, após secar tornava-se tão resistente quanto as pedras utilizadas na construção. A mistura foi patenteada pelo construtor no mesmo ano, com o nome de cimento Portland, que recebeu esse nome por apresentar cor e propriedades de durabilidade e solidez semelhantes às rochas da ilha britânica de Portland.

No nosso país os estudos sobre a aplicação do cimento Portland ocorreram aparentemente em 1888, quando o comendador Antônio Proost instalou uma fábrica na fazenda Santo Antônio, situada em Sorocaba-SP.

E em 1924 a Companhia de Cimentos Portland implantou uma fábrica em Perus, Estado de São Paulo, cuja construção pode ser considerada um marco da implantação da indústria brasileira de cimento. As primeiras toneladas foram produzidas e colocadas no mercado em 1926 e, até então, o consumo de cimento dependia somente da importação, com o passar dos anos a produção foi aumentando gradativamente e atualmente no Brasil quase não se importa mais o produto.

E você, conhecia a história do cimento? Comente!

Anúncios