Tags

, , , , , , ,

É comum ligar a palavra ‘novo’ à palavra ‘desenvolvimento’, mas nem sempre as duas coisas estão ligadas. Uma cidade, do interior paulista, provou isso: a turística São Luís do Paraitinga, conhecida como um dos maiores conjuntos arquitetônicos tombados pelo Conselho da Defesa do Patrimônio Histórico, resgatou suas características originais substituindo o asfalto por blocos de concreto.

O objetivo de tal medida é focado na condição de drenagem, uma vez que a chuva é mais absorvida com blocos de concreto e isso evita alagamentos. É preciso pensar no impacto ambiental. Os moradores da cidade reclamavam de ruas em que o asfalto esburacado contrastava com o cenário dos idos de 1700. Também falavam sobre a colaboração do asfalto para as inundações no centro histórico no período das chuvas.

O custo da troca de pavimento também cai muito bem ao bolso da população. O asfalto, além de ser consideravelmente mais caro do que os blocos de concreto, pede por mais manutenções, devido à sua pouca vida útil. O novo piso é ecologicamente correto e oferece vantagens de manutenção. Além disso, os moradores ficaram felizes por conta da beleza trazida a partir dos blocos.

Isso, sim, que se pode chamar de desenvolvimento! Tem que se pensar no melhor para o planeta. Pense sustentável! Dê essa ideia para a sua cidade também!

Anúncios