Tags

, , , , , ,

É comum observar cidades trocarem as ruas pavimentadas por paralelepípedos pelo asfalto, no entanto, visando o charme e a tradição que o paralelepípedo possui, o município de Barbalha, no Ceará, faz exatamente o contrário. A cidade possui o patrimônio arquitetônico mais preservado da região nordeste, por isso, iniciou a revitalização das 20 ruas que compõe seu centro turístico, sendo feita nova sinalização e pavimentação com paralelepípedo.

Foto: Aconteceu Ipu.

Os casarões encontrados em Barbalha remetem ao império e as 44 casas formam um conjunto de edificações que foi incluído há cerca de dois anos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) das cidades históricas, do Governo Federal. Em algumas ruas foi retirada a pedra tosca e, em outras, o asfalto, para que o paralelepípedo fosse colocado.

Isso desmistifica a pedra desassociando-o da imagem ultrapassada que muitas vezes passa pela mente das pessoas. Assim, projetos como esse fortalecem os costumes da cidade, sua história, cultura e tradição, além de formar um centro histórico com uma padronização que valoriza o patrimônio edificado. Além disso, o paralelepípedo traz vantagens que não são encontradas no asfalto, como durabilidade, permeabilidade e irradiação do calor. Que tal mudar de ideia e passar a investir no paralelepípedo?

Anúncios