Tags

, , , ,

Países como Alemanha, França, Bélgica e Holanda são alguns dos pioneiros na utilização de pisos intertravados de concreto. Aliás, esse tipo de pavimento passou a ser utilizado a partir da década de 70, no Canadá e Estados Unidos, sendo exportado juntamente com equipamentos de fabricação e utilizado na pavimentação de vias. Atualmente a demanda pelo piso intertravado também é encontrada pode ser observada em outros países, como Austrália, África do Sul, Japão, Colômbia, Brasil, e em toda Europa.

Para entender o aumento dessa demanda é preciso saber o que é o pavimento intertravado e quais as suas características. Pesquisadores afirmam que o pavimento é uma estrutura construída sobre a terraplanagem com o objetivo tanto econômico, quanto técnico de resistir e distribuir os esforços originados do tráfego, melhorar as condições de rolamento, no que diz respeito ao conforto e segurança e resistir ao desgaste, tornando mais durável a superfície de rolamento.

O piso intertravado atende a tais exigências, no entanto, o que o difere dos outros tipos de pavimento é que sua camada de rolamento é formada por pavers, que são peças maciças de concreto, que constituem um revestimento de grande durabilidade e resistência. Esse revestimento se encontra assentado sobre uma camada delgada de areia e deve suportar cargas e tensões provocadas pelo tráfego, protegendo a camada de base do desgaste proveniente com o tempo, além de manter baixo o nível de umidade, permitindo melhor estabilidade do material.

Agora que sabemos o que é o piso intertravado é fácil entender suas vantagens, que serão abordadas no próximo post, não perca!

Anúncios