Tags

, , , ,

Segundo levantamento feito pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de São Paulo, após calcular o acumulado do primeiro semestre de 2012, construir ficou mais caro, sendo o aumento do custo da obra cerca de 6% maior. Isso ocorre devido a variação do petróleo e do dólar.

O único material que manteve seu preço estável foi o concreto. Já outros produtos tiveram seus preços alterados bem acima da inflação, que ficou em 3,2% nos seis primeiros meses do ano. Um deles foi o aço usado nas estruturas das construções, que teve aumento de 8,5%.

A mão de obra também ajudou no aumento da construção, uma vez que os salários deste ano ficaram 8% maiores, deixando os custos mais pesados para os contratantes.

Diante da influência da inflação na construção civil, o setor imobiliário não espera crise para o segundo semestre, já que ocorrerá aumento do preço do imóvel, mas as vendas continuarão sendo feitas. Todavia os economistas não são tão otimistas e acreditam em desaquecimento e redução nos lucros.

Anúncios