Tags

, , , ,

Foto: Secretaria de Caraguatatuba.

Foi apresentado na Assembléia legislativa de Mato Grosso um projeto de lei que determina o período de no mínimo 5 anos de garantia para as obras de pavimentação das rodovias. A proposta tem como objetivo garantir mais qualidade dos serviços realizados, já que muitas obras apresentam danos antes mesmo de sua conclusão.

O prazo será contado a partir da entrega do empreendimento, desse modo, a empreiteira não poderá alegar problemas de excesso de chuvas, de tráfego ou de peso dos veículos que utilizam a via.

A preocupação com a malha viária também faz com que seja obrigatória a pesagem de veículos de cargas, além de dispor sobre regras a serem observadas para a aprovação e contratação de projetos básicos de obras e serviços de Engenharia e Arquitetura de pavimentação de rodovias, assim como suas eventuais complementações e detalhamentos.

Todas essas medidas acontecem devido aos danos causados nas malhas viárias pavimentadas por asfalto, que possuem baixa durabilidade, uma vez que, em geral a pasta de asfalto envelhece, fazendo com que sua viscosidade aumente e se torne mais rígida e quebradiça.

São leis como essa, que visam a qualidade da malha viária que possibilitam que outros tipos de materiais sejam utilizados, como o piso intertravado. O material já passa a ser utilizado em avenidas, tendo como principal característica sua durabilidade.

Para saber mais sobre esse material, acesse o post em que falamos como o piso intertravado pode ser utilizado em ruas e avenidas:

https://tecparpavimentos.wordpress.com/2012/05/03/o-piso-intertravado-tambem-esta-nas-avenidas/

Anúncios