Tags

, , , , , , , , , , , , ,

A construção civil também passou a se preocupar com o meio ambiente, procurando produtos ecologicamente corretos.  Um exemplo são os imóveis sustentáveis, que utilizam recursos naturais para economizar energia e diminuir a geração de lixo. Esse tipo de imóvel necessita que seja feito antes de sua construção um levantamento sobre a área construída, verificando disponibilidade de água no subsolo, se há vegetação e, se houver, qual o tipo, onde nasce o sol e como é o clima do local.

Alguns passos são importantes, como pensar o planejamento da obra a longo prazo, focando sua eficiência energética, o uso adequado da água e seu reaproveitamento, além de buscar materiais e técnicas ambientalmente corretas. É aí que o paralelepípedo ganha destaque, ganhando uma versão mais moderna, com o piso intertravado. Esse piso é uma opção permeável e ecológica que devido a sua cor clara gera alta economia de iluminação, aumentando a reflexão da luz. Ele também é pré- moldado, o que reduz gastos e permite ser instalado e removido a qualquer hora, ou seja, sua manutenção não necessita que se quebre o piso.

Mas a maior vantagem das casas ecologicamente corretas está em sua valorização em relação a casa convencional. Para otimizar ainda mais seu imóvel sustentável, pode-se procurar maior claridade por meio de paredes de vidros, tipo blindex, nos lados da casa mais expostos ao sol. Quanto a energia, uma medida é colocar no telhado placas de aquecedor solar, que captam energia e esquentam um reservatório de água. Já para reduzir o consumo de água, a dica é fazer calhas que direcionem a água das chuvas a um recipiente grande, como uma caixa d’água externa, que pode ser utilizada para lavar roupas e quintais.

Um imóvel sustentável deve ser construído com materiais verdes como tijolos de terra crua estabilizados com fibras de coco, paredes e telhados feitos de tubos de pasta de dente. Um desses produtos verdes é a telha de vidro, que além de permitir luminosidade ainda pode ser reaproveitado pela indústria de vidro, e a telha Onduline, telha ondulada e composta por fibra orgânica saturada com betrume – resíduo petroquímico.

Quando se chega na área externa, quem ganha a cena é o piso intertravado, forte tendência tanto de beleza, quanto de preservação do meio ambiente, o que o torna muito atraente para as construções e para o bolso do consumidor, já que é mais barato que o concreto, por exemplo. Além disso, a pedra está disponível em vários tons de cores, abrindo caminho para a criatividade na hora de montar sua casa.

Anúncios