Tags

, , , , , , ,

A preferência é pelo paralelepípedo. Há algum tempo esse tipo de pavimentação vem ampliando o seu mercado. E em condomínios e postos de gasolina essa preferência é marcante. A grande questão é: Qual é a diferença entre asfalto e paralelepípedo?

O asfalto acabou dominando o mercado por ser considerado um piso moderno, bastante utilizado em grandes centros urbanos. Atualmente ele aparece com muita frequência em ruas, avenidas e rodovias. Segundo especialistas, essa pavimentação se faz necessária em vias de alta velocidade, onde não exista interesse urbanístico. Porém seu grande defeito é a baixa durabilidade que atinge no máximo 5 anos, precisando ser recapeado e refeito com bastante frequência.

Já o paralelepípedo pode ser utilizado em diversos lugares, tais como postos de combustíveis, pátios industriais, condomínios, entre outros. O paralelepípedo tem alta durabilidade e é extremamente resistente, além de não causar grande impacto ambiental.

O engenheiro Claudio de Castro, consultor da Tecpar, explica porque a pedra é tão vantajosa em relação ao asfalto: “O paralelepípedo é mais ecológico e duradouro, menos agressivo ao meio, bem mais permeável e tem uma percolação (infiltração) maior. Além disso, ao contrário do asfalto, ele não exala aquele cheiro de produto químico quando exposto ao calor do sol”. E completa, “hoje as pessoas preferem um ambiente mais leve, mais natural, sem aquela realidade obscura da cidade moderna. E o paralelepípedo resgata tudo isso, sem perder a beleza do local”, finaliza o engenheiro.

Anúncios